Retrospectiva do Ano de 2020

Retrospectiva do Ano de 2020

 

Você experimentou o ano de 2020 com um olhar individual e especial?

Início do ano…projetos…sonhos…planos…ações…expectativas.

Carnaval, movimento da economia, turismo, arrecadação, oportunidade e geração de empregos.

No mês de março, de repente, o mundo parou com uma situação global, uma pandemia que assolou o planeta.

Medo do novo, insegurança, dor, instabilidade, problemas sociais e econômicos, ameaças, algo desconhecido que desafia a comunidade científica, tensão, confusão, perdas e mortes.

No contraponto do movimento da história, luta, esforço, garra, sobrevivência, releitura do próprio sentido existencial da vida e ressignificação da prática do cotidiano, encontros virtuais pelos aplicativos de reuniões, ensino remoto e lançamento de lives nas redes sociais, encurtando a distância e promovendo a aproximação pelo encontro virtual.

O que a humanidade aprendeu com o efeito da Pandemia?

A Pandemia atravessou as vidas humanas e  o sentido da vida passou pelo caos da transformação e da mudança.

Ao longo do ano civil de 2020, a sociedade como um todo foi desafiada a conviver com o vírus ativo da Covid-19, que este traz a instabilidade no aspecto da saúde e da convivência social, com o isolamento e distanciamento, além de aumentar o medo pela perda da vida humana. Sabendo que o sentimento de medo diminui a imunidade do corpo.

Ainda sem uma cura definitiva, todos são convidados a “conviver” com uma ameaça constante à vida, ou seja a única medida é a precaução, o autocuidado e o respeito às medidas de protocolo da comunidade científica.

A Pandemia afetou o mundo com bastante intensidade. Mas a questão é qual o movimento interior que cada um fez para enfrentar e inovar  nessa situação pontual?

O ser humano optou em permanecer no estado de sofrimento ou decidiu lutar, mesmo sabendo que não tem o controle sobre a vida?

Em tempos difíceis, mesmo olhando para o passado, é preciso reconhecer o que está acontecendo  tanto no campo interno e externo da vida, tal como exercendo o mecanismo da superação, da serenidade e do equilíbrio.

O final do ano bate à porta, com a magia cultural das festas de Natal e de Ano Novo com a proposta de mudança e de renovação das promessas de dias melhores; entretanto se a mudança não começar pelo interior do ser humano, nada acontecerá de novo; sabendo que as mudanças levam um tempo dentro de um processo de transformação para se concretizar.

Superando os desafios deste ano que termina, a luta pela manutenção e defesa da vida, que o ano que se aproxima possa trazer uma mudança de consciência e de atitude, promovendo a cura para todos os males que afligem o corpo e a alma, carregando o vírus do amor e da solidariedade no coração.

 

Feliz  2021 !

Juliana de Abreu Cordeiro Juliana Cordeiro é professora do Ensino Fundamental I da rede municipal do Rio de Janeiro desde 1995. É formada na área de Letras: Português-inglês pela UFRJ, pós-graduação em Literatura Infanto-Juvenil pela UFF; Gestão Empreendedora da Educação pela Sesi Firjan/UFF. Está na direção como co-gestora da EM Leonor Posada desde maio/2011. Desempenha a funçāo de diretora-adjunta e de professora regente como apoio a alfabetização.

6 thoughts on “Retrospectiva do Ano de 2020

  1. Cassia Cilene das Chagas Moura says:

    Excelente a forma como a escritora nos apresentou a retrospectiva deste ano.Mesmo um ano tão difícil e com tantas perdas nos chamou a atenção para o “esperançar” por dias melhores. Parabéns Juliana!

  2. Elemilda Maria Marques Pereira Leite says:

    Muito bem colocada a necessidade de mudanças de consciência para que enquanto não seja liberada a vacinação não haja perdas.

  3. Sueli Dantas Ferreira says:

    A escritora Juliana demonstra toda sensibilidade ao analisar o ano em que o mundo praticamente parou economicamente e sofreu uma grande perda da população. Uma época que entrará para a história da humanidade como o ano em que os homens necessitaram rever seus conceitos do que realmente seria essencial para sua sobrevivência física e espiritual.

  4. Lia Diniz says:

    Parabéns Juliana, pela perfeita forma de retratar tudo que passamos/sentimos durante este ano e nos levar a refletir sobre as mudanças que precisamos fazer em nosso sentir/agir/interagir.

  5. Thiago Lima says:

    Estamos apenas no início de toda essa aprendizagem que a pandemia nos trouxe e nos obrigou a refletirmos… Que em 2021 nos traga essa mudança de consciência e de atitude a cada dia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *